Strict Standards: Only variables should be assigned by reference in /home/psiqwebc/public_html/pw/templates/psiqweb1/functions.php on line 569

     Transtorno Bipolar do Humor

           E pouco a pouco se esvaece a bruma,
           tudo se alegra à luz do céu risonho
           e ao flóreo bafo que o sertão perfuma.
           Porém minh'alma triste e sem um sonho
           murmura olhando prado, o rio, a espuma:
           como isto é pobre, insípido, enfadonho!

           Fagundes Varela

  

            O transtorno bipolar do humor, antigamente chamado de psicose maníaco depressiva (PMD), se caracteriza pela oscilação patológica do humor entre seus extremos (seus pólos). Dizemos “oscilação patológica” porque as pessoas normalmente vivem em uma ampla gradação de humores e com um repertório igualmente variado de expressões afetivas; elas se sentem relativamente no controle de seus humores e afetos. Quando falamos em transtorno do humor, esse “controle” parece se perder em graus variados, com ou sem a consciência da pessoa acometida. O humor pode oscilar do seu rebaixamento (depressão) até a sua maior elevação (mania) em intensidades e tempos de diferentes gradações, comprometendo o funcionamento interpessoal, social e ocupacional.

            É uma doença conhecida e descrita desde a antiguidade, mas a compreensão do aspecto bipolar  evoluiu a partir dos estudos de Angst e Perris em meados dos anos 60. Os avanços em pesquisas e estudos não páram, sendo possível um crescente conhecimento sobre a doença com a consequente evolução no diagnóstico, manejo clínico, tratamento e, o mais importante, a melhora nas condições de vida dos bipolares.

  • image
  • image
Previous Next